top of page

Prevenção de acidentes no trânsito através da Psicologia do tráfego


Foto: Reprodução

A psicologia do tráfego está relacionada principalmente com o estudo do comportamento dos usuários na estrada e os processos psicológicos subjacentes a esse comportamento, bem como com a relação entre comportamento e acidentes que também são tópicos comuns de investigação. O objetivo básico deste dessa área é melhorar o fluxo e a mobilidade do tráfego e prevenir os acidentes.

Explicar e prever o comportamento do usuário na estrada depende muito do desenvolvimento de modelos válidos e confiáveis sobre o papel dos fatores humanos no comportamento da mobilidade e, especialmente, no desempenho do motorista.

Não há uma estrutura teórica única na psicologia do tráfego, mas já existem modelos que explicam fatores perceptivos, atencionais, cognitivos, motivacionais, sociais e emocionais acerca da mobilidade e do comportamento no trânsito.

Atualmente a psicologia do trânsito atua em duas principais vertentes: pesquisa e aplicação, utilizando o conhecimento científico para realizar análises de fatores relacionados ao trânsito e fazendo a aplicação de testes psicológicos, como o teste psicotécnico realizado no processo de avaliação para obtenção da CNH, a fim de poder qualificar a capacidade dos indivíduos que também farão parte deste sistema.

Ou seja, os psicólogos de trânsito são extremamente necessários para estudar e avaliar quais procedimentos são mais seguros e o que precisa ser avaliado antes que alguém seja colocado na estrada.

Nossa pós-graduação em Psicologia do Trafego da Faculdade de Gestão e Inovação tem como propósito qualificar e titular como Especialista, o profissional (psicólogo) para que atue na área nessa área.

O programa da FGI favorece o trabalho conjunto de professores e alunos para conceituação, implementação e análise de resultados de cada um. Clique aqui para conhecer nossa matriz curricular.

WhatsApp.svg.webp
bottom of page