top of page

Qual o futuro do RH?


O Recursos Humanos é um setor da empresa responsável por diversos processos que envolvem a companhia e seus colaboradores. Como o nome já diz, a área é responsável por cuidar das pessoas que fazem parte da organização. Em decorrência dos avanços tecnológicos, a maioria dos setores das empresas sofreram mudanças e automatizaram os seus processos, deixando tudo mais ágil.


O RH não ficou de fora dessas mudanças, e a tecnologia está cada vez mais presente na área. A modernização ocorreu desde processos simples, como relatórios indicadores de gestão de pessoas, até aos mais complexos e que requerem mais atenção, como a gestão de ponto. Sempre evoluindo, atualmente essa área pode dispor de ferramentas modernas que buscam otimizar e simplificar todas as tarefas que possui.


Mesmo com a inovação imcumbida à realidade das empresas, o que ainda é mais importante para esse setor são as pessoas. De um lado, as pessoas são o recurso mais valioso de uma empresa, enquanto, de outro, são um dos mais difíceis de gerenciar com sucesso.


Neste cenário é que entra o profissional de gente e gestão, tendência para o futuro do RH Uma versão moderna e ainda mais humana da gestão de pessoas nas empresas, que tem como objetivo trabalhar os times da melhor forma o possível, garantindo que os resultados esperados sejam alcançados.

O profissional de gente e gestão é o mesmo profissional de Recursos Humanos, porém, provido de uma visão mais estratégica da liderança de pessoas. Hoje, sabe-se que é preciso conduzir os talentos visando ao alcance de resultados específicos, empregando táticas inovadoras para o sucesso. Ele deve maximizar o fator humano na empresa, sem perder de vista a preocupação com a eficiência operacional. Portanto, deve apresentar competências técnicas e comportamentais específicas, conforme veremos.


No primeiro nível de afazeres estão os profissionais que cuidam de questões mais genéricas ligadas à liderança das pessoas, geralmente com impacto no longo prazo. Podemos citar, por exemplo, diretores e gerentes de gente & gestão. Eles criam, aprovam e gerenciam políticas de liderança de pessoas e os processos mais importantes para o departamento.


No segundo nível estão os profissionais que fazem a gestão de pessoas na prática. São recrutadores, selecionadores, treinadores, analistas e assistentes de gente e gestão, todos eles cruciais para o funcionamento do setor, sendo que, sem eles, pouco seria feito.

Nos próximos anos, as empresas que investirem em profissionais focados em gente e gestão terão um grande diferencial competitivo, uma vez que assumirão uma gestão de pessoas menos genérica e mais personalizada. Ainda, esse foco no colaborador ajuda a motivar e engajar as equipes, fazendo com que os profissionais se sintam mais criativos e valorizados. Além disso, o setor impacta a atração de novos talentos e a retenção e redução da taxa de turnover. Seja um Especialista em Gente e Gestão Com o intuito de capacitar profissionais para atuar no "Novo RH", a FGI criou um programa que une módulos sobre as inovações do setor de recursos humanos à módulos de gestão. O MBA Gente e Gestão conta com 15 módulos, todos eles com Aulas ao Vivo, e recursos do Google para otimizar o aprendizado.




Comments


WhatsApp.svg.webp
bottom of page