top of page

Plantio de soja no Brasil atinge marca acima da média histórica para o período


Desde a década de 1970, a produção brasileira de soja tem crescido rapidamente, impulsionada pelo aumento da demanda nacional e internacional. Consequentemente, a produção de soja passou a ser percebida como uma oportunidade atraente.


A soja é uma das matérias-primas mais importantes da economia mundial, pois é utilizada, entre outras coisas, na alimentação humana e animal. Por isso, a soja é uma commodity de grande importância no setor agropecuário internacional, bem como nas principais bolsas econômicas mundiais.


Em todo o mundo, custos, margens de lucro, logística e disponibilidade de terras serão fatores-chave na determinação da produção futura de soja. O Brasil tem conseguido manter bons lucros e tem terras disponíveis.


Nos últimos anos, o Brasil ultrapassou os Estados Unidos como o maior produtor mundial de soja. A expectativa atual é de que o crescimento dos hectares brasileiros continue superior ao dos Estados Unidos e da Argentina, dois dos outros grandes produtores de soja.


Vários fatores permitem que o Brasil desponte como líder mundial na produção e exportação de soja. Primeiro, pela quantidade significativa de terra disponível para cultivar. Outro fator importante que explica o aumento da produção de soja no Brasil são as características que influenciam diretamente o desenvolvimento fenológico e a produtividade.


No Brasil, a soja responde por quase metade do grão total produzido no país. A soja tem sido a força motriz do desenvolvimento agrícola recente do Brasil, com significativo impacto econômico e social.


De acordo com a consultoria Pátria AgroNegócios, a safra de soja 2022/23 teve resultados acima da média histórica para o período, com cerca de 88,65% da área projetada para safra. As previsões mostram que a safra brasileira de 2022/23 pode ser a maior da história, segundo a CONAB, a agência de estatísticas e abastecimento de alimentos do país.



留言


WhatsApp.svg.webp
bottom of page