top of page

Nelore pintado, o novo investimento de criadores


O Brasil atualmente é o maior criador de Nelore do mundo, do país a raça é exportada para Argentina, Paraguai, América Central, México, Estados Unidos e muitos outros países.

O Nelore é da espécie Bos indicus e tem a característica corcunda acima dos ombros e pele solta. Geralmente é de cor branca com pele, focinho e cauda pretos, e eles têm pernas comparativamente longas que os ajudam a andar na água quando pastam.

O Nelore também tem resistência ao calor e a insetos devido a sua pele grossa, tem um metabolismo lento que gera menos calor e permite que ele se alimente com menos frequência, aumentando sua alta resistência ao inchaço.

Embora a aparência seja diferente, o Nelore pintado carrega as mesmas características do nelore original, o boi de pelagem padrão, que conhecemos na cor branca. No Brasil, o Mato Grosso é o berço do nelore pintado, as cores das pintas podem ser vermelhas, pretas ou marrons.

Essa variação do nelore vem conquistando uma boa aceitação no mercado e despertando o interesse de produtores de diferentes áreas do país, seja por mera curiosidade ou para verificar suas características como uma oportunidade em potencial. Fazendas do interior de São Paulo já estão investindo bastante na criação do nelore com pelagem pintada, por conta de atributos como produtividade, precocidade, fertilidade, rusticidade e conversão alimentar.

A faixa de preço do nelore com pelagem pintada é ainda indefinida no mercado nesse momento. Uma novilha já foi vendida por R$ 400 mil em um leilão, mas tudo depende muito de fatores como genética, pelagem e procedência do animal.


댓글


WhatsApp.svg.webp
bottom of page