top of page

Conheça a História Da Administração No Brasil


A história da Administração no Brasil iniciou-se em 1931, com a fundação do Instituto da Organização Regional do Trabalho - IDORT, que contava com o Prof. Roberto Mange, suíço naturalizado, na sua direção técnica. Em meados do mesmo ano o Departamento Administrativo do Serviço Público, até hoje conhecido pela sigla DASP, foi fundado pelo Dr. Luiz Simões Lopes.


Por este órgão foi criada a Escola de Serviço Público que enviava técnicos de administração aos USA para a realização de cursos de aperfeiçoamento, com defesa de tese. Os conhecimentos e as ações desenvolvidas por estes especialistas, no seu retorno ao país, fez deles pioneiros da Administração no Brasil, como profissão.


Novamente sob orientação do Dr. Luiz S Lopes, em 1944, foi criada a Fundação Getúlio Vargas, mantenedora da EAESP - Escola de Administração de Empresas de São Paulo. Junto com o DASP, foi criado o cargo exclusivo de Técnico em Administração, hoje Administrador.


Sentia-se a necessidade de institucionalizar com urgência a profissão do Administrador, como forma de preservar o mercado de trabalho para os que já atuavam na Administração Pública e para os egressos daquelas escolas, bem como defender a sociedade de pessoas inabilitadas e na maioria das vezes despreparadas.


Mas, institucionalizar uma profissão não era tarefa fácil e a estratégia adotada deveria consistir na fundação da ABTA – Associação Brasileira de Técnicos de Administração, em 19-11-1960, que tinha como símbolo o hexágono.


A entidade recém criada começou a desenvolver esforços com vistas à preparação de um projeto de lei que institucionaliza a profissão de Administração. É justo salientar que houve inestimável colaboração do Prof. Alberto Guerreiro Ramos, Técnico em Administração das DASP, na época deputado federal na aprovação do projeto, foi apoiado pela ABTA na luta pela sanção presidencial, já que, à reação de poderosas forças contrárias, pediam pelo veto.


Com o importante apoio do Diretor Geral do DASP, a lei n º 4769, que foi sancionada em 09-09-1965, pelo presidente da República na época, Humberto de Alencar Castelo Branco. Entre aqueles que exerceram o cargo de Técnico de Administração no DASP, além dos acima citados podemos ainda mencionar, Celso Furtado e Belmiro Siqueira. Este último ocupou vários cargos naquela repartição pública, dentre eles o de Diretor Geral em 1967 e 1968.


Belmiro Siqueira é o Patrono dos Administradores de Empresas, título que lhe foi outorgado "post- mortem” e dá nome ao concurso nacional anualmente promovido pelo Sistema CFA/CRAs: Prêmio Belmiro Siqueira de Administração. Torna-se imperativo exaltar a valiosa e decisiva contribuição do Administrador Belmiro Siqueira, cujo talento, profissionalismo e dedicação à categoria, ficarão para sempre marcados nos anais da história da Administração do Brasil.


Na FGI, Faculdade de Gestão e Inovação, a graduação em Administração prepara os profissionais para gerenciar as novas organizações e gerar resultado em uma realidade extremamente competitiva. Durante o curso, há o trabalho conjunto de professores e alunos para conceituação, implementação e análise de resultados de cada um, sempre unindo o conteúdo teórico com a prática. O curso tem duração de 4 anos. Saiba mais aqui.

Comentários


WhatsApp.svg.webp
bottom of page