top of page

As maiores agriculturas de Goiás

Por: Prof. Kellen Cristina Campos Fernandes

Localizado na região Centro-Oeste, na qual a atividade agropecuária tem grande destaque, Goiás apresenta extensas áreas de pastagens e lavouras. Quase metade do território goiano é formada por latifúndios rurais, ou seja, propriedades com mais de mil hectares.


A agropecuária foi a única atividade econômica de Goiás e do país a ter resultado positivo do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre de 2020, em comparação ao mesmo período do ano anterior, segundo Informe Técnico de setembro, divulgado pelo Instituto Mauro Borges (IMB), com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação ao segundo trimestre de 2019, a agropecuária goiana cresceu 4,7% e a do Brasil, 1,2%.


Mas quais culturas são responsáveis por essa participação tão expressiva na economia? No texto de hoje, vamos abordar as maiores agriculturas do estado de Goiás. Continue com a gente!


As maiores agriculturas de Goiás


Soja


Com mais de 2,310 milhões de toneladas produzidas em 2019, Rio Verde se confirmou como segundo maior produtor de milho do País. Em quarto lugar, está o município de Jataí, com mais de 1,605 milhão de toneladas colhidas no ano passado. Os dois municípios goianos, localizados na região Sudoeste do Estado, também estão entre os maiores produtores de soja do Brasil. Rio Verde ocupa a 10ª posição, com mais de 1,081 milhão de toneladas em 2019, enquanto Jataí aparece na 11ª colocação, com 1,062 milhão de toneladas.


Tomate


Agricultores de Goiás começaram o plantio de tomate no estado. A produção nesta safra deverá chegar a 250 mil toneladas no estado, mesma quantidade do ano passado, e boa parte vai para as indústrias que processam a polpa.


Produtividade, superioridade e vigor caracterizam o mercado de tomates em Goiás. Somente o que vai para a indústria chegou a 1.198.335 toneladas no ano passado. O estado também produziu outras 49.350 toneladas de tomate para mesa. A liderança tem fortes razões: abundância de terras férteis, clima apropriado e investimentos no fomento da cadeia agrícola, que impulsionaram os avanços das tecnologias manufatureiras, contribuíram para a expansão das plantações.


Milho


Na temporada 2019/2020, o estado de Goiás, terceiro maior produtor de milho segunda safra, deverá colher 10,05 milhões de toneladas, de acordo com último levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O número representa um crescimento de 5,9% em relação ao ano anterior, de 9,48 milhões de toneladas. Já a área plantada cresceu 13% neste ciclo, para 1,59 milhão de hectares.


Sorgo


O Estado de Goiás é o maior produtor de sorgo no Brasil, com 41,8% da produção nacional da cultura. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a respeito da safra 2019. O sorgo é muito cultivado em época de segunda safra nas áreas de Cerrado e, devido sua maior tolerância ao clima, possui uma “janela de plantio” mais estendida que o milho, nesse bioma.

Comments


WhatsApp.svg.webp
bottom of page