top of page

O conjunto de tecnologias e práticas de manejo para gado de corte


Foto: Reprodução

A produção da pecuária de corte pode ser dividida em três sistemas: sistema extensivo, sistema semi-intensivo e sistema intensivo.

O sistema extensivo é o mais antigo e tradicional método de produção de carne bovina. Esse sistema consiste em criar o gado em pastagens extensas, geralmente em grandes propriedades rurais. Os animais são criados em liberdade, sem confinamento e sem suplementação alimentar.


O sistema semi-intensivo é um método intermediário entre o sistema extensivo e o sistema intensivo. Nesse sistema, os animais são criados em pastagens cercadas, com suplementação alimentar e cuidados sanitários.

O sistema intensivo é o método mais moderno e tecnológico de produção de carne bovina. Nesse sistema, os animais são criados em confinamento, em instalações específicas, com suplementação alimentar balanceada e cuidados sanitários rigorosos. Os animais são alimentados com ração balanceada, enriquecida com vitaminas e minerais, e recebem assistência médico-veterinária constante.


O manejo de gado de corte envolve uma série de tecnologias e práticas utilizadas para cuidar dos animais em todos os estágios da produção. Desde a seleção de reprodutores até o abate e processamento da carne, os produtores de gado utilizam diversas técnicas para garantir que os animais estejam saudáveis, bem alimentados e prontos para o mercado.


A utilização de tecnologia pode aumentar significativamente a eficácia da pecuária de corte. A adoção de tecnologias pode ajudar a reduzir os custos, aumentar a produtividade e melhorar a qualidade do produto final.


Uma das tecnologias mais utilizadas na pecuária de corte é o manejo nutricional. A alimentação balanceada e suplementada com nutrientes adequados é essencial para garantir o crescimento saudável dos animais e a produção de carne de qualidade. A adoção de técnicas como o confinamento, o uso de silagem, o armazenamento de grãos e a suplementação mineral podem aumentar a eficiência do manejo nutricional.


Além disso, a tecnologia também pode ser aplicada na área da saúde animal. A utilização de medicamentos preventivos e tratamentos veterinários eficazes podem ajudar a reduzir a mortalidade e aumentar a produtividade dos animais. A adoção de sistemas de monitoramento de saúde animal, como o uso de sensores de temperatura corporal e o controle de parasitas, também pode ajudar a prevenir doenças e melhorar o bem-estar animal.


Se você deseja descobrir novas formas de inovar na agropecuária, o MBA Gestão Estratégica da Pecuária de Corte da FGI é a opção certa para você. Nossos módulos desenvolvem nos alunos as competências essenciais para entender a complexidade do mercado, favorecendo a tomada de decisão, o aumento da produção e lucratividade. Clique aqui e saiba mais sobre o MBA.


Comentarios


WhatsApp.svg.webp
bottom of page